Notícias de Fátima
Religião Lazer Sociedade Educação Desporto Política Opinião Entrevistas Como Colaborar Contactos úteis Agenda Paróquia de Fátima
PUB
Home Entrevistas "O meu gosto pela música já vem de longe"

"O meu gosto pela música já vem de longe"

22-10-2020
Nazareno do Carmo dispensa apresentações. Com cartas dadas nas áreas empresarial, associativa e política, hoje damos a conhecer uma faceta talvez menos conhecida da maioria dos leitores: a sua queda para a música

Notícias de Fátima (NF) - Esta sua faceta é menos conhecida. Quando e como é que surgiu o seu gosto pelo música? É auto-didacta ou tem formação na área?

Nazareno do Carmo (NC) - Respondo-lhe a esta questão começando por dizer que o meu gosto pela música já vem de longe e muita gente em Fátima tem conhecimento disso. O bichinho foi-me incutido por uma amigo que infelizmente já faleceu, que era o António das Neves, da Moita Redonda, também conhecido por “António Siróis”, que me ensinou os primeiros acordes de viola. Mais tarde nasceram dois conjuntos (bandas) em Fátima, o “Sol Nascente” e um outro grupo, “Os Plátanos”. Logo pouco depois, por volta de 1968, criei com alguns amigos, no seio do Colégio de São Miguel (antigo), o “Convergência 3”, que passou mais tarde a “Convergência 5”. Logo de seguida, porque o "Sol Nascente" estava em vias de extinção, criámos o “Contágio” aí já com carteira profissional e pagamento de direitos de autor, que era assim constituído: Bateria - Jorge Gonçalves. Teclas - João Carlos Gonçalves. Saxofone - José Gonçalves. Viola Ritmo - Luís Ferreira. Viola Baixo - Augusto Almeida. Viola Solo e Vocalista - Nazareno do Carmo.

 

 

Leia a entrevista na íntegra na edição impressa de 23 de outubro de 2020.