Notícias de Fátima
Sociedade Religião Lazer Educação Desporto Política Opinião Entrevistas Como Colaborar Contactos úteis Agenda Paróquia de Fátima
PUB

Helena Barroso

17 de dezembro, 2021

Violência Doméstica (Parte 2)

Esta violência funciona como um sistema circular – o Ciclo da Violência Doméstica, que apresenta 3 fases:

Fase 1 – aumento da tensão devido a situações quotidianas, as injurias e as ameaças tecidas pelo agressor e que criam na vítima uma sensação de perigo eminente;

Fase 2 – ataque violento em que o agressor maltrata física ou psicologicamente a vítima com um crescendo da sua frequência e intensidade;

Fase 3- a lua-de-mel em que o agressor envolve a vítima de carinho, de desculpas e atenções…” vou mudar…não volta a acontecer”.

Claro que volta a acontecer… e o culminar destes episódios pode ser o homicídio.

 

Como saber se está a ser vítima?

Deixo algumas questões para o poder entender:

. Tem medo do feitio do seu namorado/companheiro/marido?

. Tem medo da reacção do outro quando não têm a mesma opinião?

. O outro ignora, constantemente, os seus sentimentos?

. O outro “goza ou ridiculariza” o que diz e até a(o) faz sentir mal à frente de outros?

. O outro já ameaçou agressão? Já lhe bateu? Atirou com objectos?

. Não pode estar com amigos ou família por ciúmes?

. Alguma vez foi forçado a ter relações sexuais? Tem medo de lhe dizer não?

. É forçado a justificar tudo o que faz? Tem de pedir autorização se quiser sair?

 

A presença de um ou mais destes comportamentos pode significar violência doméstica.

 

A violência contra as mulheres é complexa, multidimensional e tem atravessado gerações e classes sociais. Tem contado com alguma passividade por parte do sexo feminino que, por vezes, tem relutância em levar este conflito para o espaço público…muito tempo em silêncio!

 

Sei que não é fácil, sei que há toda uma envolvência que não se altera de um dia para o outro até pela protecção necessária… Mas não pode ser o destino dessa mulher…

O nosso destino pertence-nos!

 

A violência é crime! 

                                                                           

 

 

 

Últimas Opiniões de Helena Barroso