Notícias de Fátima
Sociedade Religião Lazer Educação Desporto Política Opinião Entrevistas Como Colaborar Contactos úteis Agenda Paróquia de Fátima
PUB
Home Sociedade Recomendações para os dias de calor

Recomendações para os dias de calor

Sociedade - 7 de julho, 2022
Face às previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera para um aumento da temperatura máxima até aos 40°C, nos próximos dias, em algumas zonas da região, o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) recomenda a adoção de medidas de proteção adicionais à população da sua área de influência, nomeadamente:

Aumentar a ingestão de água, ou sumos de fruta natural sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede, e evitar bebidas alcoólicas e bebidas com elevados teores de açúcar;

As pessoas que sofram de doença crónica, ou que estejam a fazer uma dieta com pouco sal, ou com restrição de líquidos, devem aconselhar-se com o seu médico, ou contactar a Linha SNS 24: 808 24 24 24;

Utilizar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta;

Evitar atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente desportivas e de lazer no exterior;

Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11h00 e as 17h00, e utilizar protetor solar com fator igual ou superior a 30, renovando a sua aplicação de duas em duas horas sempre que a exposição solar ocorra, ou andar ao ar livre, e sempre que estiver molhado ou tenha transpirado bastante;

As pessoas idosas não devem ir à praia nos dias de grande calor; as radiações solares podem provocar queimaduras da pele, mesmo debaixo de um chapéu-de-sol, e a água do mar, assim como a areia da praia, refletem os raios solares, pelo que estar dentro de água não evita as queimaduras solares nas zonas expostas; ter em conta que as queimaduras solares diminuem a capacidade da pele para arrefecer;

Permanecer duas a três horas, por dia, num ambiente fresco, ou com ar condicionado, como nos centros comerciais, cinemas, museus ou outros locais de com ambiente fresco, para evitar as consequências nefastas do calor;

Escolher as horas de menor calor para viajar de carro. Não permanecer dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol e nunca deixar crianças, doentes ou pessoas idosas dentro de veículos expostos ao sol;

No período de maior calor tomar um duche de água tépida ou fria, evitando, no entanto, mudanças bruscas de temperatura;

Dar atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas;

Assegurar que as crianças consomem frequentemente água ou sumos de fruta natural e que permanecem em ambientes frescos e arejados. As crianças com menos de seis meses não devem estar sujeitas a exposição solar, direta ou indireta, e deve evitar-se a exposição solar direta de crianças com menos de três anos;

Contactar e acompanhar os idosos e outras pessoas que vivam isoladas, e assegurar a sua correta hidratação e permanência em ambiente fresco e arejado;

Evitar que o calor entre dentro das habitações: correr as persianas ou portadas e manter o ar circulante dentro de casa; ao entardecer, quando a temperatura no exterior for inferior àquela que se verifica no interior do edifício, provocar correntes de ar, acautelando os efeitos prejudiciais desta situação;

Usar menos roupa na cama, sobretudo quando se tratar de bebés e de doentes acamados;

 

O CHL alerta ainda que a exposição solar em períodos de calor intenso, durante vários dias consecutivos, nomeadamente durante as ondas de calor, constitui uma agressão para o organismo, podendo conduzir à desidratação, ao agravamento de doenças crónicas, a um esgotamento ou a um golpe de calor, situação muito grave e que pode provocar danos irreversíveis na saúde, ou inclusive levar à morte. Em caso de desidratação, esgotamento, ou golpe de calor os utentes devem contactar o seu médico assistente ou a linha SNS 24: 808 24 24 24, de forma a fazerem um uso consciente dos serviços de urgência.

Mais Notícias Sociedade