Notícias de Fátima
Sociedade Religião Lazer Educação Desporto Política Opinião Entrevistas Como Colaborar Contactos úteis Agenda Paróquia de Fátima
PUB

Pedro Afonso

21 de janeiro, 2022

O Conde de Monte Cristo

Há algum tempo atrás, eu, Pedro Afonso, fui apresentado às letras. Desde aí, licenciei-me em Filosofia, dediquei-me às humanidades e dei por mim a partilhar a casa com estantes cheias. Apercebi-me que, para além de aprender, padeço da necessidade de partilhar o que encontro com aqueles que estão à minha volta - neste caso você, o leitor. Uma vez por mês encontrará aqui a sugestão de um livro que faz parte da nossa cultura.

 

O jovem Edmond Dantès foi acusado de conspiração contra a monarquia francesa. Três dos seus companheiros obtêm grande fortuna à custa do seu encarceramento, mas são o pai e a amada que ficam entregues à sorte. O Conde de Monte Cristo assegura-nos que não chegámos às páginas de um sossegado regresso a casa. A transformação de Dantès - de prisioneiro da ilha de If a riquíssimo Conde - é uma das maiores histórias de vingança da literatura, na qual prefiguram planos perspicazes, engendrados para regressos fantasmagóricos e encontros fatais, ao longo de quase 30 anos.

 

Dumas, o autor, que até aí havia ganho renome a custo das dificuldades e das conquistas de escritor, soube descrever a queda e ascensão na vida social. A sua escrita é mais que representativa: os participantes do romance reflectem sobre a sua condição, mas também agem conforme a sua natureza social. O resultado é uma vida literária abundante!

 

Existe um fundo verídico que é um deleite para os amantes de história; apesar disso, o livro é acessível a qualquer nível de leitura. A justiça humana e o amor são elementos em constante tensão durante a narração, na qual o humor varia entre a seriedade grave e a boa disposição, tornando-se especialmente deliciosa quando o leitor é capaz de antecipar o desfeche da acção antes dos inimigos do Conde.

 

O Conde de Monte Cristo é um clássico fenomenal para todas as idades, que assegura um bom ponto de entrada na literatura romântica francesa e nos romances de aventura.

Últimas Opiniões de Pedro Afonso