Notícias de Fátima
Sociedade Religião Lazer Educação Desporto Política Opinião Entrevistas Como Colaborar Contactos úteis Agenda Paróquia de Fátima
PUB
Home Sociedade INEM renova ambulância do Posto de Emergência Médica dos Bombeiros de Fátima

INEM renova ambulância do Posto de Emergência Médica dos Bombeiros de Fátima

Sociedade - 22 de novembro, 2019
A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fátima foi uma das 75 entidades que assinou, a 22 de Novembro, na sede dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, em Torres Novas, o protocolo para renovação das ambulâncias afectas aos PEM - Postos de Emergência Médica do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Na região, também os Bombeiros Municipais de Leiria e os Voluntários do Bombarral e Óbidos assinaram protocolos com o INEM.

A cerimónia protocolar foi presidida pela ministra da Saúde, Marta Temido, tendo estado também presente o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, comandante Jaime Marta Soares. Em representação do INEM, assinou os protocolos Luís Meira, presidente do Conselho Diretivo do INEM. Pelos Bombeiros de Fátima, assinou Amorim Gonçalves, presidente da Associação Humanitária.

A nova ambulância para Fátima substituirá a até ao momento ao serviço, que já conta mais de 640 mil quilómetros. Para Amorim Gonçalves, esta substituição tratava-se "de uma necessidade premente". "Este protocolo vem melhorar a operacionalidade no socorro à população, por ser uma viatura nova, com equipamento novo e mais atual", afirma.
Segundo o INEM, os 75 protocolos traduzem-se num investimento total superior a 3,7 milhões de euros e têm como objetivo melhorar as condições de operacionalidade do Sistema

Integrado de Emergência Médica e reforçar a sua capacidade de resposta aos pedidos de ajuda recebidos através do Número Europeu de Emergência - 112.

Cada corporação receberá uma tranche no valor de 50 mil euros com vista à aquisição da viatura. Todas as corporações receberão ainda 9.750 euros, exclusivamente para manutenção mecânica e realização do seguro automóvel com cobertura de danos próprios durante o tempo de vigência do protocolo, oito anos.

A ambulância adquirida para a corporação de Fátima teve um custo na ordem dos 60 mil euros; a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fátima custeará a diferença.

Mais Notícias Sociedade